Loading...

domingo, 4 de julho de 2010


DEDICATÓRIA

Nos meus cinqüenta e cinco anos (Em, 2003.) de existência dedico esse segundo trabalho literário, em primeiríssimo lugar a Jesus Cristo.

É Ele quem faz a festa dentro de cada coração
Ofereço-lhe esta seresta com amor e gratidão...
Fruta da poesia, que me inspira já com a melodia
Em forma de canção, que abre porta e janelas pra mostrar
Só coisas belas, pra sua predileta multidão. Ele é a harmonia,
É a alegria que habita a cidade e o sertão,
Faz flutuar a felicidade em cada coração.

E em segundo lugar aos meus netinhos: Bruno Vinícius Santiago Borges, Lílian Andrade Santiago, Raul Santiago Holanda Leite e minha segunda netinha, que nasceu no dia 21 de abril de 2003, filha de Avinach Srishand e de Luciene de Fátima Medeiros Santiago, aos pais, e às mães, aos avôs paternos, e maternos, aos tios e as tias de cada um.


ORAÇÃO AO DIVINO ESPÍRITO SANTO

Ó Espírito Santo, Espírito de Amor e de verdade, autor da santificação de nossas almas, eu vos adoro como o princípio de minha felicidade eterna, muitas graças vos dou.
Soberano dispensador dos benefícios que do Céu recebo, e vos invoco como a Fonte das luzes e da fortaleza que me são necessárias para eu conhecer o bem e poder praticá-lo.
Espírito de Luz e de fortaleza, iluminai o meu entendimento, fortificai a minha vontade e purificai o meu coração.
Regulai todos os meus movimentos, fazei-me dócil a todas as vossas inspirações.
Espírito Consolador, aliviai as penas e os trabalhos que me afligem neste vale de lágrimas, dai-me conformidade e paciência para que eu mereça fazer penitências dos meus pecados e gozar na outra vida a luz da eterna Bem-Aventurança. Amém.

(Autor que eu ainda não conheço)

UMA CHAMA ARDENTE

JESUS
ESPÍRITO
SANTO
ÚNICO
SALVADOR.

É o nosso encanto,
Repleto de luz
E digno de todo louvor.

Foi quem morreu
Por nós naquela cruz
Cheio de amor
Perdoou a todos
Com exceção do traidor.

Mas, para nossa alegria
No terceiro dia...
Em Jerusalém,
Ele ressuscitou
Para o nosso bem.

Desde aquele tempo
Hoje, agora e sempre
Está no coração da gente
É uma chama ardente
Cheia de Amor.

Amor assim em você, em mim,
E nem em todo esse povo
Jamais chegará ao fim
E todo dia aumenta mais nossa alegria
Porque faz o Sol, também nascer de novo.


MOMENTOS DE FÉ
(Jesus disse: João Batista é o Elias que veio)
(Mt. 11 10-14).
Com o poder infinito de Deus,
Todo dia eu amo os irmãos meus.
Com o belíssimo batismo de Jesus,
No dia-a-dia aumenta a minha luz.
Com a benevolência do Espírito Santo,
Eu venço a violência e canto o meu cântico.
Sempre em evidência Ele é o nosso encanto.
Com a grande sabedoria de Salomão,
Eu aprendo tudo e aperto a sua mão.
Com a inimitável e rica paciência de Jó,
Eu venço a solidão e nunca fico só.
Com a magnífica força de Sansão,
Jamais ninguém me derruba no chão.
Com a beleza da integridade de Noé,
Estou sempre firme e permaneço em pé.
Na boa aliança que Deus fez com Davi,
Temos toda confiança e, por conta disso,
Ele com amor nos enviou de novo aqui.
Com a grande e bela disposição de Jacó,
Com a determinação de Isaac e de Abraão,
Também, com a dignidade de José do Egito,
Com a fé em Deus, estamos completamente ricos.
E para dar o nosso grito com a força do amor que temos
Dentro do nosso comprometido e honesto coração,
Levantaremos a bandeira da paz e da libertação.

É JESUS
A minha mente é tão lúcida
Não tenha nenhuma dúvida
Porque é Jesus
Quem me conduz.

Foi Jesus
Quem nos trouxe aqui
É Jesus
Quem nos faz sorrir
É Jesus
Quem nos faz ao trabalho ir.
É Jesus
Quem nos faz do trabalho vir.

É Jesus
Quem nos dá a harmonia
É Jesus
Quem nos dá a alegria
É Jesus
Quem nos dá a felicidade
É Jesus
Quem nos dá a paz em qualquer idade.

É Jesus Quem nos faz estar aqui agora
É Jesus
Quem faz a nossa boa segurança
É Jesus
Quem realiza a nossa boa esperança
É Jesus
Quem faz tudo na divina hora.



UM REFLEXO DA REALIDADE BRASILEIRA
Senhor presidente
Estás tão contente
Enquanto a pobreza
Vive na tristeza...
E pra passar a fome
não tem pão nem ovo
E o Senhor não quis nem saber
Do sofrimento deste povo
Que lhe elegeu duas vezes chefe da nação.
Veja bem, meu irmão,
Com esse salário de duzentos reais
O trabalhador não agüenta mais
Pois é grande a sua aflição.
Porque o patrão toma o direito do empregado
E acha que não dá pra reajustar o seu salário
E se o funcionário reivindicar
Será mais um trabalhador desempregado.
E dos políticos se ouve
Notícias pela televisão
Que tem deles fazendo falcatruas
E se envolvendo com a corrupção.
Além do mais são muitas balas perdidas
Muitas vidas são ceifadas
Gente morta é escondida
É gente sem vida na calçada.